fbpx

O Chile é um país de contrastes. Tem montanhas cobertas de neve na Cordilheira dos Andes e praias lindíssimas em Viña del Mar. Mas, distante de Santiago, há uma exuberância que precisa ser apreciada: o deserto do Atacama. Descubra agora como ir de Santiago ao deserto do Atacama.

O Atacama fica a 1.630 km de Santiago. É mais ou menos a distância entre São Paulo (SP) e Porto Seguro (BA). Você pode ir ao deserto de três maneiras: de avião, ônibus ou carro.

A maneira mais confortável é indo, claro, de avião. Mas se você quiser conhecer um pouco do litoral chileno, vale a pena alugar um carro.

 

  • Como ir de Santiago ao deserto do Atacama de avião

Antes de tudo é preciso saber que não existem voos diretos ligando o Brasil ao deserto do Atacama. Mesmo quem não queira ficar em Santiago (e por qual motivo alguém não iria ficar nessa cidade linda?) precisa fazer uma conexão na capital do Chile.

É preciso também levar em consideração que o “coração” do deserto do Atacama é a cidade de San Pedro do Atacama, que não tem aeroporto. Assim, o viajante precisa pegar um avião até o aeroporto mais próximo, na cidade de Calama, e de lá pegar um ônibus até o local de hospedagem no deserto.

O primeiro passo então é comprar as passagens aéreas. Apesar da distância entre Santiago e Calama, as passagens são baratas. É possível encontrar voos de ida e volta por apenas R$ 160. O voo entre as duas cidades leva cerca de 2h.

As companhias que fazem o trajeto são a Latam, Jetsmart e Sky. As três empresas fazem cerca de 14 voos diários nesse trajeto. O primeiro parte de Santiago às 5h20, e o último sai às 19h43. No sentido oposto (Calama – Santiago), o primeiro voo sai à 1h da madrugada, e o último parte às 22h30.

 

 

Ônibus de Calama a San Pedro do Atacama

Estando em Calama, é hora de pegar um ônibus até San Pedro do Atacama. O trajeto de 100 km pode ser feito em pouco mais de uma hora. A melhor opção é embarcar em um dos transfers que saem do aeroporto. O preço é de aproximadamente R$ 60 por passageiro, ida e volta.

As empresas que fazem o trajeto são a Trans Vip, Trans Licancabur e a Transfer Pampa. Há ainda a opção de pegar um ônibus comum, mas ele não passa pelo aeroporto, apenas pelo centro de Calama. A ida e a volta custam R$ 32, mas o táxi do aeroporto para o centro da cidade sai por R$ 28 cada trecho. Não vale a pena.

Se preferir, alugue um carro. A estrada está em ótimo estado. Há locadoras em frente ao aeroporto. O caminho também é tranquilo. Basta virar à direita na rota 25 e, em seguida, à direita novamente na rota 23. As diárias custam a partir de R$ 125.

 

 

  • Como ir de Santiago ao deserto do Atacama de ônibus

Ir de ônibus para o deserto do Atacama tem apenas uma vantagem: poder ver belas paisagens pela janela. Mas o custo é alto. O preço da passagem de ida e volta é de pelo menos R$ 300, bem mais que uma passagem de avião.

Mas a principal desvantagem é mesmo o tempo de viagem. São 22 horas de estrada! Impensável. Se mesmo assim quiser arriscar, uma das empresas que fazem o trajeto é a Turbus.

São cerca de cinco horários por dia. O mais cedo sai às 9h30, chegando em Atacama no dia seguinte, às 8h. Já o último horário é às 22h20, chegando em Santiago no dia seguinte, às 20h25. Os veículos partem do terminal Alameda ou do terminal Borja

No sentido oposto, o primeiro ônibus parte de San Pedro do Atacama às 9h, e o último sai às 18h35.

 

 

  • Como ir de Santiago ao deserto do Atacama de carro

Já quem prefere percorrer de carro os 1600 km que separam Santiago do Chile do Atacama, deve pegar a rota 5 até a bifurcação com a rota 25. A partir daí, siga até a entrada da cidade de Calama e, depois, pegue a rota 23 até San Pedro do Atacama.

O trajeto de carro pode ser feito em cerca de 12 horas, se você não fizer nenhuma parada. Isso, entretanto, seria um desperdício. Ao longo da rota 5 o motorista passará por diversas cidades charmosíssimas do litoral chileno, e não parar para tirar algumas fotos das lindas praias seria um pecado.

Agora que você já sabe como ir de Santiago ao deserto do Atacama, é hora de se preparar para fazer os passeios na região. Em San Pedro do Atacama há uma filial da Destino Chile, agência brasileira de turismo receptivo especializada no atendimento aos turistas vindos do Brasil.

 

 

Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*