fbpx

Dentre as inúmeras opções de passeio pelo deserto do Atacama, há um que se destaca: o Geiser del Tatio. Pode perguntar a quem já foi: se você só puder fazer um único passeio no Atacama, esse passeio precisa ser para o Geyser del Tatio.

A maioria dos turistas deixa para visitar os famosos gêiseres no último dia de viagem. Parece estranho, não é? Se é a principal atração, por que deixar para o último dia? Mas há uma explicação.

O Geyser del Tatio fica em uma altitude bastante elevada, a 4.300 metros acima do solo. Isso significa que o ar lá em cima é mais rarefeito que ao nível do mar. Como consequência, é comum que alguns visitantes sintam tontura e enjoo.

Ao deixar para visitar essa maravilha da natureza no último dia de viagem, você dá tempo para que seu corpo se acostume com o ar rarefeito do Atacama.

Uma dica importante para quem vai ao Geyser del Tatio pela primeira vez é a alimentação na véspera. Evite comidas pesadas e bebidas alcoólicas, pois elas podem aumentar o mal estar provocado pelo ar rarefeito.

 

Deslumbramento aos primeiros raios de sol

Além disso, durma cedo. Cedo mesmo.  O Geiser del Tatio é mais bonito logo no início da manhã, momentos após o nascer do sol, quando o contraste entre as altas temperaturas sob a superfície e a baixa temperatura do ar ambiente faz com que as colunas de vapor alcancem até 10 metros de altura.

Como o ponto alto do fenômeno acontece às 6h, é preciso sair do hotel às 4h para não perder nada. É cansativo mas, acredite, cada minuto de sono perdido vai valer a pena.

É uma cena inesquecível. A sensação é de estar em algum desses filmes de ficção científica em que o astronauta é obrigado a desembarcar num planeta estranho e hostil. A beleza do espetáculo proporcionado pelo Geiser del Tatio é impossível de se colocar em palavras.

Gigantescas colunas de fumaça escapam dentre as fendas do solo e alcançam o céu. Sob os pés dos turistas é possível ouvir e sentir pequenas explosões. Não, não se trata de nenhum vulcão. As explosões ocorrem quando um lençol de água entra em contato com as pedras ferventes do campo geotérmico.

É importante ressaltar que o frio no local pode ser avassalador. Já houve registros de madrugadas no inverno com temperaturas de 30 graus negativos.

Após o espetáculo, com certeza vai bater aquela fominha. Afinal, todo mundo madrugou. Mas nem se preocupe O passeio da Destino Chile até o Geiser del Tatio inclui um piquenique de frente para o show.

 

geyser-del-tatio

 

Banho de “piscina” no Geiser del Tatio

Depois do café, vá até outro ponto do campo geotérmico para uma atividade super relaxante: mergulhar em um grande poço termal. Sim, mergulhar, em meio a uma temperatura ambiente próxima de zero.

Calma, não estamos loucos. Embora o clima seja frio, a piscina natural é bem quentinha, com a água chegando aos 40º. O contraste entre a água quentinha e a temperatura externa é delicioso.

Por isso, não deixe de ir com sua roupa de banho sob o agasalho. Leve também toalhas. A infraestrutura do local é bastante simples.

 

Não deixe de conhecer Machuca

Mas não pense que o passeio acabou! Na volta para San Pedro de Atacama dê um pulinho em Machuca para ver de perto como vivem os povos tradicionais atacamenhos. Machuca é um pequeno vilarejo com casas de barro e palha, de uma rua só, com uma igreja simpática “protegendo” a comunidade.

Aproveite a última parada do passeio para matar a fome. Os moradores de Machuca vivem principalmente do turismo e da agropecuária, e se especializaram em preparar comidas típicas para os visitantes.

Destaque para os churrasquinhos de lhama e as empanadas de queijo de cabra. Vale a pena experimentar!

 


blog-PlanejandoViagem-728x90_OFICIAL-02

 

Alerta: tome alguns cuidados durante o passeio

O show da natureza no Geiser del Tatio é mesmo deslumbrante. Mas, como sempre, o respeito à natureza deve estar acima de tudo. Para aproveitar esse belo campo geotérmico, alguns cuidados são necessários. Todos os anos há relatos de turistas que não cumpriram as regras e terminaram se machucando no Geyser del Tatio.

Por isso, a regra nº 1 é se manter dentro das áreas delimitadas pelos organizadores. Sair dessas áreas pode significar pisar em uma pedra escorregadia, cair e se machucar. Além disso, nada de passar horas em meio às fumaças dos gêiseres. Alguns turistas terminam intoxicados.

Lembre-se também que, junto com a fumaça, há eventualmente jatos de água fervente. Evite ficar muito próximo desses locais para não se queimar.

Não é recomendado aos turistas ir por conta própria até os gêiseres. A estrada – o campo geotérmico fica a 100 km de San Pedro do Atacama – é cheia de curvas e com sinalização precária. Contar com o apoio de um guia turístico experiente é fundamental.

Que tal curtir o Geiser del Tatio com uma empresa brasileira, especializada no atendimento aos brasileiros? Faça agora mesmo o orçamento da melhor viagem de sua vida.

 

geyser-del-tatio

 

Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*