fbpx

Um dos melhores amigos do viajante é o metrô. Cidades que contam com esse modal de transporte costumam ser bem amigáveis com o turista. Afinal, eles costumam ser pontuais, limpos e baratos. E em Santiago do Chile não é diferente. Saiba agora tudo sobre o metrô de Santiago.

O metrô de Santiago é o terceiro maior da América Latina, sendo superado apenas pelos sistemas de São Paulo e da Cidade do México. Mas mais importante que tamanho, é a qualidade. Trata-se de um dos mais modernos metrôs do mundo.

O sistema tem 118 estações divididas em seis linhas e espalhadas por quase 120 quilômetros. Para facilitar sua vida, solicite na recepção do seu hotel (ou mesmo na chegada ao aeroporto) um mapa impresso. Caso não consiga, basta baixar o aplicativo do metrô, chamado de “Metro Mobile”.

Fique atento às cores dos trens

Se localizar no metrô de Santiago é fácil.  Como em qualquer lugar do mundo, basta escolher onde vai descer e embarcar no vagão que passa por aquela estação. As estações contam com sinalização indicando o destino final de cada trem (a última estação de cada linha).

Mas há uma pegadinha. Em determinados horários, nas linhas 2, 4 e 5, os trens se dividem entre verdes e vermelhos. Trata-se de um serviço expresso. Para diminuir o tempo de viagem dos passageiros, os trens não param em todas as estações.

Assim, os trens vermelhos param apenas nas estações vermelhas, e os verdes param apenas nas estações verdes. Existem também trens com duas cores, que param em todas as estações. Verifique a cor da sua estação antes de embarcar no trem.

Se sua viagem começa em uma estação de cor diferente da cor de destino, você precisará pegar um trem de duas cores até uma estação igualmente com duas dores. Lá você entra no trem com a cor desejada.

 

 

Horário de funcionamento do metrô de Santiago

De segunda a sexta o metrô de Santiago funciona das 6h às 23h. Aos sábados, o horário de funcionamento começa 30 minutos mais tarde. Por fim, nos domingos e feriados o horário é de 8h às 23h30.

Assim como acontece com os grandes metrôs em todo o mundo, o metrô de Santiago também tem seu horário de pico, que costuma acontecer entre 8h e 9h30, e das 17h às 20h. Evite tomar os trens nesse horário. Em algumas estações (Tobalaba, Pedro de Valdivia e Universidad de Chile, por exemplo) embarcar é quase impossível.

Por falar em aperto, Santiago é uma cidade bastante segura, mas isso não significa que não aconteçam crimes. Cuide de seus pertences como se você estivesse usando qualquer sistema de transporte no Brasil.

Bolsas e sacolas devem estar à frente do corpo. Preste atenção ao seu celular e não use carteiras no bolso de trás. Há inúmeros relatos de pessoas que foram furtadas no metrô (em Santiago, São Paulo, Paris ou qualquer outra metrópole).

 

Principais atrações turísticas atendidas pelo metrô de Santiago

Uma das melhores coisas de Santiago do Chile é a possibilidade de ir a vários pontos turísticos importantes sem precisar gastar com táxi nem pegar ônibus. Confira agora as atrações em que é possível ir de metrô.

  • Mercado Central

A estação mais próxima é a Puente y El Canto, na linha 2 (amarela).

  • Palácio La Moneda

Para chegar ao palácio, desça na estação… La Moneda (linha 1 – vermelha). Não tem como errar!

  • Plaza de Armas

Mais uma estação com o mesmo nome da atração. A estação Plaza de Armas fica na linha 5 (verde).

  • Cerro Santa Lucia

A estação Santa Lucia fica na linha 1 (vermelha).

  • Cerro San Cristobal (também serve para ir ao La Chascona, zoológico e shopping Pátio Bellavista)

Todas as atrações ficam perto da  estação Baquedano (linha 1 – vermelha). Ao descer na estação, atravesse a Plaza Italia e caminhe três quarteirões para chegar ao Cerro.

  • Shopping Costanera Center

Desça na estação Tobalaba (linha 1 – vermelha).

  • Centro Artesanal Los Dominicos

Essa é a fácil. Além da estação ter o mesmo nome da atração (Los Dominicos), ela é também o destino final da linha 1 (vermelha).

  • Passeo Ahumada e Calle Augustinas

Desça na estação Universidad de Chile, na linha 1 (vermelha).

  • Vinícola Santa Carolina

A vinícola fica a 800 metros da estação Rodrigo de Araya (linha 5 – verde).

 

 

Quanto custa usar o metrô de Santiago?

A passagem de metrô custa entre 630 pesos chilenos (R$ 3,90) a 760 pesos chilenos (R$ 4,70), a depender do horário. Crianças de até oito anos não pagam passagem.

Para usar o metrô é preciso comprar um cartão chamado de “bip”. Ele custa 1.550 pesos chilenos (R$ 10). Em seguida, o usuário precisa fazer uma recarga de créditos. O valor mínimo é de mil pesos chilenos (R$ 6). A compra e recarga do cartão pode ser feito nas bilheterias do metrô.

O bip serve também para fazer integração com os ônibus (que também só pode ser utilizado com o cartão). Assim, se você descer do metrô e pegar um ônibus (em até 2 horas após o início da primeira viagem), não paga nada mais por isso.

A integração é limitada a duas transferências (do metrô para um ônibus, e de um ônibus para outro, por exemplo), sendo que o metrô só pode ser usado uma vez. Caso use pela segunda vez, terá de pagar outra tarifa.

Você já andou no metrô de Santiago do Chile? Conte nos comentários como foi sua experiência.

Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*