fbpx

Bem vindo de volta! Antes de tudo, um lembrete: você não é o primeiro turista e certamente não será o último a desejar voltar à Santiago. A cidade tem tantos atrativos que é impossível conhecer tudo na primeira viagem. Por isso, confira agora o que fazer em sua segunda viagem à Santiago do Chile.

É claro que algumas das atrações que você visitou em sua primeira viagem valem um repeteco. Mas agora é hora de conhecer uma parte de Santiago que ainda não está lotada de turistas, mas que também é uma delícia. Vamos começar?

 

  • Valle de Colchagua

A primeira dica é pensada especialmente para os amantes dos vinhos. Que tal conhecer a área de produção de alguns dos melhores vinhos do mundo de um jeito diferente?

Estamos falando do Valle de Colchagua, uma região ao sul de Santiago que reúne 17 vinícolas de fama mundial. Para visitar essas vinícolas, esqueça os carros. A graça está em ir de trem!

Mas não é qualquer trem! Há duas opções de passeios para o Valle de Colchagua: o Sabores del Valle e o Sabores Vino e Espumante. Eles saem da estação central de trem de Santiago e são uma verdadeira festa.

No trajeto até o Valle, os passageiros podem degustar vários tipos de vinhos ou espumantes e curtir muita música ao vivo.

No Sabores del Valle, há uma parada estratégica na cidade de San Fernando, de onde saem ônibus fretados até algumas das vinícolas locais, para que os turistas possam conhecer o processo de produção das bebidas.

Já no Sabores Vino y Espumante a parada é em Molina. Lá, os turistas são recebidos pelo prefeito da cidade e assistem a um belo espetáculo de danças típicas da região. Em seguida vão até a vinícola Echeverria, onde almoçam e descobrem como se faz um bom vinho.

 

trem-valle-de-colchagua-sabores-del-valle

 

  • Parques de Santiago

Se você não pode conhecer na primeira vez, agora tem uma segunda chance de conhecer os belos parques de Santiago do Chile.

O Parque Araucano conta com área infantil, quadras de esportes, zona de piquenique, aviário e um incrível jardim com belas rosas. Ele rivaliza com o Parque Bicentenário, com quatro mil árvores e uma lagoa central onde é possível observar a rotina dos flamingos.

Não poderíamos deixar de fora também o Parque das Esculturas, com mais de 30 obras de arte.

Por fim, mas não menos importante, há o Parque Florestal, com sua bela vista da Cordilheira dos Andes. O Parque fica em frente ao Museu Nacional de Bellas Artes, um dos principais pontos turísticos da cidade.

 

city-tour-santigo-moderno-e-concha-y-toro

 

  • Safari

Calma, esse artigo não é sobre a África! Mas se você acha que seus filhos (a gente sabe que você também quer ver, mas vamos guardar segredo) vão adorar ficar cara a cara com um leão, então você precisa conhecer o Parque Safári!

A brincadeira é inegavelmente emocionante. O visitante entra em um carro todo fechado com grades e circula por uma área em que vivem leões. Eles sobem no veículo e recebem comida dos guias por meio de pequenas aberturas na grade.

Há ainda um safári (em carro aberto) entre zebras e girafas. Nos dois “tours” os guias explicam um pouco sobre a natureza e modo de vida dos animais. Se sobrar energia, o Parque Safári ainda conta com atividades como tirolesa, caiaque e muro de escalada.

 

  • Algarrobo, a maior piscina do mundo

Que tal mergulhar na maior piscina do mundo? Essa é a principal atração de Algarrobo, cidade a 110 km de Santiago. O município é sede do complexo residencial San Alfonso del Mar, que mantém a enorme piscina.

Ela tem 80 mil metros quadrados e 250 milhões de litros de água salgada (o equivalente a 20 piscinas olímpicas). O complexo não é um hotel, mas alguns proprietários dos imóveis alugam seus apartamentos para turistas.

Os preços são como a água da piscina: salgados. Em compensação, todos os apartamentos têm vista para o mar. Na frente de cada prédio há uma área reservada que imita uma praia, com direito a areia e coqueiros. Um luxo!

 

  • Isla Negra

Fãs de literatura não podem deixar de visitar a Isla Negra, onde morou Pablo Neruda. É lá que fica a casa-museu do poeta, de frente para o mar. Os corpos do escritor e de sua esposa, por sinal, estão enterrados no quintal da própria casa, respeitando o desejo que Neruda havia expressado.

A visita à casa leva cerca de 40 minutos. Nela, o visitante conhece um pouco mais sobre a vida do poeta e seus hábitos.

 

  • Termas el Plomo

Para finalizar nossa lista de “o que fazer em sua segunda viagem à Santiago do Chile”, uma pequena aventura: mergulhar nas águas surpreendentemente quentes da Termas del Plomo.

A Termas del Plomo é um balneário de águas termais em plena Cordilheira dos Andes. Fica pertinho do Embalse el Yeso, a 116 km de Santiago.

Chegar lá pode ser complicado para motoristas menos experientes, por isso certifique-se de contratar passeios apenas com agências de excelente reputação.

A aventura, entretanto, vale a pena. As duas piscinas naturais, quentíssimas, com vista para a Cordilheira dos Andes, são extremamente relaxantes.

Que tal saber mais sobre o que fazer em sua segunda viagem à Santiago do Chile? Entre em contato com a Destino Chile, agência brasileira especializada no atendimento aos turistas do Brasil, e receba um orçamento sem compromisso.

Reply or Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*